6 de agosto de 2007

Diálogos

Todo mundo tem acima de suas cabeças seu anjinho e seu diabinho discutindo sobre o que fazer. Eu não. A mesma discussão geralmente ocorre entre meu coração e meu cérebro.

- Ahm... Oi!
- Opa! Tudo bem, cara? Chega aí!
- É... Eu queria falar contigo...
- Claro, claro, te senta. Quer café?
- Bah, quero sim... Brigado.
- Mas e aí, que assunto tão urgente queria tratar comigo pra vir aqui tão afobado?!
- É... Bem, eu queria dizer que tu venceu. E te dar os parabéns por isso.
- Hã?
- É, tu venceu. E eu vim te...
- Tá, isso eu entendi! Só não entendi o contexto... Venci o quê?
- Tu tava certo. Realmente certo. Muitas vezes eu te atormentei, muitas vezes tentei fazer com que tu não te machucasse e tu, só de birra, não me ouviu. Nunca quis te ver triste, mas vi. Daí sei lá, fiquei com receio de tudo e de todos.
- Aham, tá, e daí?
- Daí que lá no início do ano eu pedi pra ti não fazer nada, mas tu não me ouviu e eu tapei a cara pra não ver mais nada. Quando destapei, me surpreendi. Tu tava certo.
- Aaah, sim... Poxa... Bah...
- É... Nunca tinha te visto assim, tão seguro, tão forte. É, tu tá forte. O conjunto da obra tá se sentindo forte. É legal isso. Ok, eu tenho meus dispositivos chatos de domingo que às vezes resolvem encher o saco, mas no fim, tu sempre tá certo, tu sempre ganha.
- Afinal de contas, não tem porquê se atormentar, né?
- Claro que não. Agora eu vejo que não. E sabe por quê?
- Por?
- Porque tu tava certo o tempo todo. Olha só você: taí, todo... Todo... Como é mesmo aquela palavrinha...
- Felicidade?
- Ééééé!! Feliz, todo feliz. Fico feliz por isso também.
- Nhai... Olha, faz tempo que eu esperava esse apoio teu... Poxa vida, e essa época agora é especial pra mim, sabe, logo quando a gente tá completando cinco anos juntos...
- Opa! Não, perai! Cinco meses, honey. Meses. Não anos.
- Aaah... Isso é o que vocês dizem! Vocês não sabem contar tempo. Pra mim, são cinco anos. E fim de papo.
- Tá bom, tá bom... É, não adianta, a gente sempre vai discordar em alguma coisa... Mas eras isso! Brigado por me escutar e, mais uma vez, parabéns. E feliz cinco meses aí!
- Cinco anos, cara. Não discute.
- Olha, pensa um pouco. Tá na hora de arrumar esse teu contador aí...
- Nhai. Cara insistente. Tá, melhor tu ir antes que a gente acabe brigando mais uma vez. E deixa a xícara, é da minha coleção.

Ouvindo Telescope Eyes - Eisley

5 comentários:

Ricardo disse...

óóun...

confuso, mas preciso, senhorita.

e feliz 5 sécul...digo, anos.

(digo, meses!)

\O

Carol Costa disse...

Pô, legal...
5 anos!

E eu que tô quase nos 48!?!?


Beijo!

Diego disse...

Opaaa parabéns pelos 5 anos e 5 meses!! ehehh bejuss moça, ,,,

Anônimo disse...

Eeee!!!
Feliz cinco anos,hahaha!!!!
Tudo d bom pra vs!!!!

belle disse...

Nossa! Adorei!

Não vejo a hora de ter essa conversa interna. VAMOS LÁ, SE RENDA! :|